INSCREVA AQUI CURIOSIDADESOCULTAS

Seja bem-vindo. Hoje é

Biólogos acham anfíbio raro em Rondônia EM 2012


Animal seria o maior anfíbio sem pulmões já encontrado

01/08/2012

Secretaria de Saúde de MG confirma 21 mortes por H1N1 em 2012

Segundo boletim, 52 casos foram confirmados.
Maior número de mortes foi registrado na faixa etária de 40 a 49 anos

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais confirmou nesta quarta-feira (1º) que 21 pessoas já morreram no estado por causa da gripe H1N1 em 2012. De acordo com o balanço divulgado, já foram registrados 52 casos em Minas.
Segundo a secretaria, sete óbitos estão sob investigação. O maior número de ocorrências de H1N1 foi registrado na faixa etária de 40 a 49 anos. Foram 19 pessoas contaminadas pelo vírus e nove mortes.
As cidades com mais incidências foram Poços de Caldas, no Sul de Minas Gerais e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, com oito casos cada uma. Já o maior número de mortes foi registrado em Pedrinópolis, no Alto Paranaíba, e Uberlândia, no Triângulo Mineiro – duas em cada uma.
 
fonte;g1

Governo nega que Coca-Cola será expulsa da Bolívia

Ministro disse: 'O 21 de dezembro tem que ser o fim da Coca-Cola'.
Declaração foi mal interpretada, dizem agência oficial e governo boliviano.


O departamento de comunicação do governo da Bolívia e a Agência Boliviana de Informação (ABI), veículo oficial de informações daquele país, disseram nesta quarta-feira (1º) que a Coca-Cola não será expulsa da Bolívia. O governo negou notícias que circulam na tarde desta quarta afirmando que o chanceler boliviano, David Choquehuanca, teria expulsado a fabricante de bebidas do país.
Garrafas de coca-cola em um galpão nos EUA (Foto: George Frey/Reuters)Garrafas de Coca-Cola em um galpão nos EUA (Foto: George
Frey/Reuters)
Em discurso aos bolivianos no dia 13 de julho, Choquehuanca falou sobre o início de uma “nova era” por conta da chegada do dia 21 de dezembro, data em que, de acordo com o calendário Maia, acontecerá o fim do mundo.
“O dia 21 de dezembro de 2012 tem que ser o fim da Coca-Cola, é o começo do mocochinchi (tradicional bebida boliviana)”, afirmou, completando que, na data, deve se encerrar o período de egoísmo, de individualismo e da divisão no país. “Temos de projetar o amor, o comunitarismo", afirmou.
De acordo com o governo e com a ABI, a frase foi uma metáfora dita pelo chanceler boliviano, há cerca de duas semanas, e que a interpretação de que a Bolívia teria expulsado a Coca-Cola do país é falsa.
A declaração foi dada aos bolivianos na Ilha de Sol, na cidade de Copacabana, uma região turística ao redor do famoso lago Titicaca, habitada por famílias simples.

Segundo a ABI, em nenhum momento o governo boliviano fez algum pedido oficial para que a Cola-Cola deixe o país. A bebida, aliás, é muito comum entre os bolivianos, e pode ser encontrada à venda em qualquer esquina em camelôs, disse a agência.

McDonald’sPor conta da declaração, veículos de informação chegaram a confundir a conotação da frase do ministro e notícias circulam nesta quarta-feira (1º) anunciando que, além da Coca-Cola, o McDonald’s também está para deixar o país. De acordo com informações oficiais da rede de restaurantes, contudo, o McDonald’s fechou suas unidades na Bolívia em 2002 por razões comerciais.
FONTE;G1

QUE A JUSTIÇA FAÇA A JUSTIÇA VERDADEIRA QUE ESTA CONTIDA NA BIBLIA NO JUGAMENTO DO MENSALÃO BRASILEIRO

Estudo diz que 1,5 milhão de pessoas usam maconha no brasil diariamente no país


Unifesp divulgou primeiro levantamento detalhado sobre uso da droga.
Cerca de 8 milhões de brasileiros disseram já ter experimentado maconha

01/08/2012

AddToAny

Página