INSCREVA AQUI CURIOSIDADESOCULTAS

Seja bem-vindo. Hoje é

TRANSGENICO BACTERIA Agrobacterium sp MODIFICANDO O ALIMENTO E O SER HUMANO NO BRASIL EM 2015,2020,2030 ATE 2150....


08/06/2015

REALIDADE DOS TRANSGÊNICO NO BRASIL 2015 (Agrobacterium SP) ESTÃO INTRODUZIDOS NOS ALIMENTOS ( OLEO DE SOJA) E MODIFICADOS OS SISTEMA IMUNOLÓGICO E DNA HUMANOS


Agrobacterium SP


Agrobacterium é um género de bactérias Gram-negativas bactérias estabelecido pela HJ Conn que usa transferência horizontal de genespara causar tumores nas plantas. Agrobacterium tumefaciens é o mais comumente estudada espécies deste gênero. Agrobacterium é bem conhecido por sua capacidade de transferir DNA entre si e plantas e, por essa razão, tornou-se uma ferramenta importante para a engenharia genética .
O gênero Agrobacterium é bastante heterogênea . Recentes taxonómicos estudos reclassificados todas as espécies de Agrobacterium em novos géneros, tais como Ahrensia , Pseudorhodobacter , Ruegeria , e Stappia , [1] [2] , mas a maioria das espécies foram controversa reclassificada como Rhizobium espécies. [3] [4] [5 ]

Agrobacterium em seres humanos [ editar ]

Embora seja geralmente considerada como uma infecção em plantas, Agrobacterium pode ser responsável por infecções oportunistas em seres humanos com enfraquecidassistemas imunitários , [8] [9] , mas não foi mostrado ser um agente patogénico primário em indivíduos saudáveis. Uma das primeiras associações de doenças humanas causadas por Agrobacterium radiobacter foi relatado pelo Dr. JR Cain na Escócia (1988). [10] Um estudo posterior sugeriu que atribui a Agrobacterium geneticamente e transforma vários tipos de células humanas, integrando o seu T-DNA no genoma da célula humana. O estudo foi realizado utilizando tecido humano culto e não tirar conclusões quanto à actividade biológica relacionada na natureza. [11




ARTIGO CIENTIFICO Agrobacterium S.P
   

08/06/2015

EUA EM JUNHO DE 2015 BRICS. A Aliança Comunista contra a Hegemonia dos Estados Unidos

BRICS. A aliança comunista contra a Hegemonia dos Estados Unidos




A relação intercontinental do Brasil com a Rússia, Índia, China e África do Sul no âmbito dos Brics é vista pela esquerda latino-americana como uma forma de disputar espaço com a hegemonia dos Estados Unidos no cenário mundial.

Tal avaliação ficou clara durante o seminário “Brics e a América Latina”, na reunião do Foro de São Paulo, encontro de representantes de partidos políticos e de organizações não governamentais de esquerda da América Latina e Caribe, realizado em São Paulo. Para Ronaldo Carmona, membro da Comissão Internacional do PCdoB, o Brasil vive uma “guerra de posições”, na busca de alianças e movimentos que tornem o sistema internacional mais favorável ao projeto de desenvolvimento nacional. 

“Os Brics são uma aliança contra hegemônica, porque esses países contestam o status quo.” Durante a 5ª reunião de cúpula dos Brics, foi anunciada a criação do “Banco dos Brics”, que teria, na sua atribuição principal, incrementar o comércio entre os cinco países, inclusive trabalhando a criação de moedas especiais. 

A preocupação do grupo de se proteger da crise de outros países fez com que eles pensassem em criar um fundo de emergência de 100 bilhões de dólares para socorro mútuo. “Os Estados Unidos têm um plano para cada país. No caso dos Brics, conter o avanço da China, porque o país é uma potência exportadora com alta reserva de dólares, e o Brasil, que por muitos anos foi o principal sócio dos americanos. Mas Lula, quando assumiu o poder, adotou uma outra política

A GUERRA DAS MALVINAS NA ARGENTINA A HISTORIA OCULTA

ALÔ, POLÍCIA! O EXOCET VEM AÍ!

Devastor míssil francês ganhou notoriedade na Guerra das Malvinas, e no Brasil, inspirou a criação das “calcinhas bélicas” do hit Katia Flávia


Dassault Super Étendard da Armada Argentina leva um míssil Exocet sob asa (foto – Armada Argentina)

“Alô, polícia! Eu tô usando um Exocet calcinha!”. Gerações dos anos 1980 e 1990 cantaram o hit “Katia Flávia, Godiva do Irajá” sem entender ao certo do que se tratava o tal Exocet. De fato, a música de Fausto Fawcett lançada em 1987 e depois reproduzida com maior sucesso por Fernanda Abreu, exige algum conhecimento bélico para que o poder da roupa íntima da “loiraça belzebu” seja compreendido.

08/06/2015

OTAN APRESENTA SEU PRIMEIRO DRONE DE VIGILÂNCIA EM 2015


Aeronave não tripulada Global Hawk pode permanecer voando por 28 horas em busca de atividades hostis


O Global Hawk é a maior aeronave não tripulada da atualidade (Foto - Northrop)
O Global Hawk é a maior aeronave não tripulada da atualidade (Foto – Northrop)
A OTAN vai começar a “automatizar” suas operações de vigilância nas zonas de conflito que acompanha. A aliança militar apresentou nessa quinta-feira (5) sua primeira aeronave não tripulada, o Northrop RQ-4 Global Hawk. O aparelho é o primeiro de uma encomenda de cinco unidades avaliadas em US$ 1,7 bilhão.

REALIDADE OCULTA EM 2015 DOS BRASILEIROS QUE MORA NO JAPÃO O CRIME ESTA A SOLTA ?

Policiais aprendem português para enfrentar criminalidade brasileira no Japão EM 2015


Polícia japonesa oferece aulas de português desde 2003

"Treta", "bagulho" e "mano" são algumas das gírias e expressões ensinadas a policiais japoneses que enfrentam a criminalidade brasileira no Japão.
Segundo dados da Agência Nacional de Polícia, os brasileiros foram responsáveis por 1.619 crimes cometidos em 2014, 806 caso a menos do que em 2013.
As autoridades acreditam que esta queda esteja relacionada à redução do número de brasileiros no país. Mais de 150 mil decasséguis retornaram ao Brasil desde a crise de 2008.
O crime mais cometido por brasileiros no Japão é arrombamentos de veículos; foram 686 casos em 2014.
08/06/2015

LEGADO OCULTO DA COPA DO MUNDO DE 2014 NO BRASIL EM 2015? Um ano depois da Copa, metade do 'legado' ainda não foi entregue



Trens do VLT em Cuiabá já existem, mas sistema ainda não funciona; obra é a mais cara da história do MT
Em agosto do ano passado, logo após o fim da Copa do Mundo, a presidente Dilma Rousseff comentou o atraso em várias das obras de infraestrutura planejadas para o evento, dizendo que muitas delas estavam em andamento e que "todos esses investimentos ficarão prontos para os brasileiros."
Passado quase um ano do torneio, metade do "legado" previsto ainda não foi entregue, como mostra um levantamento feito pela BBC Brasil.
Das 44 obras de mobilidade urbana que deveriam ser entregues para o Mundial, 20 não ficaram prontas.
Essas obras estão elencadas na versão consolidada da Matriz de Responsabilidades, divulgada pelo Ministério do Esporte em julho do ano passado.

08/06/2015

AddToAny

Página