INSCREVA AQUI CURIOSIDADESOCULTAS

Seja bem-vindo. Hoje é

O PRINCÍPIO DAS DORES, A GRANDE TRIBULAÇÃO E A VINDA DE JESUS.docx




REVELADAS PELOS CAPÍTULOS 10 E 24 DO
EVANGELHO DE MATEUS EM ORDEM CRONOLÓGICA
MATEUS


24.3 E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá DA TUA VINDA E DO FIM DO MUNDO?
O Princípio das Dores

24.4 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, QUE NINGUÉM VOS ENGANE,



25/05/2016








REVELADAS PELOS CAPÍTULOS 10 E 24 DO
EVANGELHO DE MATEUS EM ORDEM CRONOLÓGICA
MATEUS


24.3 E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá DA TUA VINDA E DO FIM DO MUNDO?
O Princípio das Dores

24.4 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, QUE NINGUÉM VOS ENGANE,






24.5 porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

24.6 E ouvireis de GUERRAS e de rumores de guerras; olhai, NÃO VOS ASSUSTEIS, porque é mister que isso tudo aconteça, mas AINDA NÃO É O FIM.






24.10 Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão.

24.7b... E haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.

24.8 Mas TODAS ESSAS COISAS SÃO O PRINCÍPIO DAS DORES.




A Grande Tribulação

24.9 Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome.






10.21 E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai, o filho; e os filhos se levantarão contra os pais e os matarão.

24.11E levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos.

24.12 E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará.

24.13 Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo.

24.15 Quando, pois, virdes O ABOMINÁVEL DA DESOLAÇÃO de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê entenda),

24.16 então, os que estiverem na Judéia FUJAM PARA OS MONTES;

24.17 quem estiver sobre o eirado não desça a tirar de casa alguma coisa;

24.18 e QUEM ESTIVER NO CAMPO NÃO VOLTE ATRÁS para buscar a sua capa.

10.17 E acautelai-vos dos homens; porque vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas;






10.18 por minha causa sereis levados à presença de governadores e de reis, para lhes servir de testemunho, a eles e aos gentios.

10.19 E, quando vos entregarem, não cuideis em como ou o que haveis de falar, porque, naquela hora, vos será concedido o que haveis de dizer,

10.20 visto que não sois vós os que falais, mas o Espírito de vosso Pai é quem fala em vós.

24.19 Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!

24.20 E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado,

24.21 porque haverá, então, GRANDE TRIBULAÇÃO, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.






24.22 E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias.

10.22 E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.

10.23 Quando, porém, vos perseguirem numa cidade, FUGI para outra; porque em verdade vos digo que não acabareis de percorrer as cidades de Israel, até que venha o Filho do Homem.

10.26 Portanto, não os temais; pois NADA HÁ ENCOBERTO, QUE NÃO VENHA A SER REVELADO; NEM OCULTO, QUE NÃO VENHA A SER CONHECIDO.

10.27 O QUE VOS DIGO ÀS ESCURAS, DIZEI-O A PLENA LUZ; E O QUE SE VOS DIZ AO OUVIDO, PROCLAMAI-O DOS TELHADOS.

10.28 Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.

10.29 Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai.

10.30 E, quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados.

10.31 Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais.

10.32 Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus;

10.33 mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.

24.23 Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui ou ali, não lhe deis crédito,

24.24 porque surgirão falsos cristos e FALSOS PROFETAS e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

24.25 Eis que eu vo-lo tenho predito.

24.26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto! Não saiais. Ou: Ei-lo no interior da casa! Não acrediteis.

24.27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até no ocidente, assim há de ser A VINDA DO FILHO DO HOMEM.

24.28 Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres.

24.14 E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. ENTÃO, VIRÁ O FIM.

24.7a Porquanto se levantará nação contra nação, reino contra reino...
A Vinda de Jesus

24.29 Logo em seguida à TRIBULAÇÃO daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados.

24.30 Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.






24.31 E ele enviará os seus anjos, com grande clamor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus.

24.36 Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai.

24.37 Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem.






24.38 Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca,

24.39 e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.

24.40 Então, dois estarão no campo, um será tomado, e deixado o outro;

24.41 duas estarão trabalhando num moinho, uma será tomada, e deixada a outra.

24.42 Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor.

24.43 Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa.

24.44 Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá.

24.45 Quem é, pois, o servo fiel e prudente, a quem o senhor confiou os seus conservos para dar-lhes o sustento a seu tempo?

24.46 Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, quando vier, achar fazendo assim.

24.47 Em verdade vos digo que lhe confiará todos os seus bens.

24.48 Mas, se aquele servo, sendo mau, disser consigo mesmo: Meu senhor demora-se,

24.49 e passar a espancar os seus companheiros e a comer e beber com ébrios,

24.50 virá o senhor daquele servo em dia em que não o espera e em hora que não sabe

24.51 e castigá-lo-á, lançando-lhe a sorte com os hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes.

24.32 Aprendei, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão.

24.33 Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas.

24.34 Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que tudo isto aconteça.

24.35 Passarão o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.

ARQUIVO PDF




Nenhum comentário :

Postar um comentário

AddToAny

Página