INSCREVA AQUI CURIOSIDADESOCULTAS

Seja bem-vindo. Hoje é

GUERRA AO GOVERNO DO BRASIL CORRUPTOS E AS OPERADORAS DE INTERNET EM 2017






Algumas células brasileiras da Anonymous já estão se movimentando para realizar a #OpOperadoras contra a limitação do uso de internet banda larga. Como um chamado para outras legiões, a AnonBRNews e AnonOps, com exclusividade ao TecMundo, soltaram um alerta para os envolvidos na questão, governo e operadoras: "não se atrevam".

Ontem (12), o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, confirmou que a internet ilimitada na banda larga fixa vai acabar — e que a venda de pacote de dados móveis também será regulamentada. A mudança pega usuários de surpresa, já que a Anatel, após uma longa novela, havia decidido que não colocaria limite no uso de internet banda larga.

A Anonymous já sequestrou PCs da Anatel e pretende realizar mais ações se a internet for limitada


NESTE LINK;https://ghostbin.com/paste/m7tnn

13/01/2017

GOVERNO DO BRASIL DE TEMER E O GOLPE DA INTERNET EM 2017 REAL.GOVERNO DO BRASIL CONTRA O POVO A MORDAÇA NA INTERNET EM FAVOR DAS MULTINACIONAIS E CONTRA O POVO DO BRASIL



Banda larga fixa terá limite de dados até o fim de 2017, diz ministro


Gilberto Kassab: “Governo participa das discussões”
Planos de assinatura terão várias opções para consumidor
Não será mais automático o acesso ilimitado a dados

O ministro não sugeriu números do limite de franquia para 2017/2018
12.jan.2017 (quinta-feira) - 17h00
atualizado: 13.jan.2017 (sexta-feira) - 8h16

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse que o fim dos planos automáticos com franquia ilimitada de acesso a dados em banda larga fixa virá no 2º semestre de 2017.
Ou seja, antes do ano novo, os usuários precisarão pagar 1 valor extra caso queiram navegar além de 1 determinado limite.
13/01/2017

BRASIL POLITICA REAL 2017/2018;A SEGUNDA QUEDA ?

*** O documento a seguir foi escrito pelo sócio-fundador da Empiricus – maior consultoria de investimentos do Brasil, com mais de 150 mil assinantes pagos. O relato é totalmente verídico e baseado em dados concretos. ***


Caro leitor,

E se Michel Temer cair?




Você já parou para se perguntar quais seriam as implicações para o seu bolso?

A esta altura, imagino que você já tenha feito essa pergunta a si mesmo.

Se não a fez, sugiro que a faça agora…

É o seu patrimônio que está em jogo.

Mais do que isso, o seu emprego, a estabilidade financeira da sua família e até mesmo a escola do seu filho podem estar ameaçados.

O risco de o presidente Temer não terminar o mandato aumenta a cada dia.

As delações de executivos da Odebrecht já arranham a credibilidade do governo e há a possibilidade da chapa Dilma-Temer ser cassada pelo TSE.

E isso é apenas o que está ao nosso alcance hoje. Eventos materiais, que acontecerão nos próximos dias e meses.

Não bastasse, devemos nos preocupar também com aquilo que ainda não está no radar.

As ameaças ocultas, aquelas a que hoje atribuímos probabilidade zero, podem ter impacto devastador sobre uma base de governo que já se encontra extremamente fragilizada.


13/01/2017

Clima, tecnologia e disparidades sociais: O Mundo em 2017/2018


Clima, tecnologia e disparidades sociais: O Mundo em 2017/2018.

Especialistas identificaram a inteligência artificial e a robótica como os que têm os maiores potenciais benefícios, mas também os maiores efeitos potenciais negativos e a maior necessidade de um melhor governo.



O Global Risk Report 2017 do World Economic Forum revela as três principais tendências que irão moldar os desenvolvimentos globais nos próximos dez anos, realçando a desigualdade económica, a polarização social e a intensificação das ameaças ambientais.


O relatório anual contou com cerca de 750 especialistas que avaliaram 30 riscos globais, bem como 13 tendências subjacentes, que poderiam ampliá-los ou alterar as interconexões entre eles.

13/01/2017

A MIDIA MUNDIAL E A REDUÇÃO DA POPULAÇÃO ATRAVES DA A "revolução de gênero" PATROCINADA PELA NEW WORLD ORDER MUDIAL DE 2017/2018 A 2100


A "revolução de gênero" da National Geographic: Péssimo argumento e ideologia preconceituosa

 A CARTA REDUÇÃO DA POPULAÇÃO.


Aceitar as reivindicações da ideologia transgênero requer fechar os olhos à nossa consciência e escarnecer da "lei escrita no coração" que nossos corpos testemunham.


A CARTA ILUMINATI PRODUÇÃO,revolução de gênero, PARA REDUÇÃO DA POPULAÇÃO.

A edição de janeiro de 2017 da National Geographic se dedica a explorar o que chama de "
Revolução de Gênero" - um movimento pós-Revolução Sexual que busca desconstruir entendimentos tradicionais sobre o corpo humano, o dimorfismo sexual masculino-feminino e o gênero. Em um artigo intitulado "Rethinking Gender", Robin Marantz Henig cita as normas de gênero em evolução como uma justificativa para a Revolução de Gênero. 

Mas o argumento de Henig não é apenas inaceitável, é baseado também em uma proposta radical sobre a natureza humana que está em desacordo com a lei natural e a antropologia bíblica.

13/01/2017

AddToAny

Página