INSCREVA AQUI CURIOSIDADESOCULTAS

Seja bem-vindo. Hoje é

A LUTA CONTRA COMUNISMO GLOBAL AGENDA NEW WORLD ORDER MUNDIAL 2150...


30/04/2019

O "Decálogo De Lenin"-Ações Táticas Para A Tomada Do Poder PELO COMUNISMO.




O "Decálogo de Lenin"


Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo" que apresentava ações táticas para a tomada do Poder.
Qualquer semelhança com os dias de hoje, não é mera coincidência.

1.. Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual;

2.. Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;

3.. Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;

4.. Destrua a confiança do povo em seus líderes;

5.. Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo;



ASSISTA BAIXO;






30/04/2019

A LUTA DO BRASIL, DO POVO,DO PRESIDENTE BOLSONARO CONTRA POLITICOS, JUSTIÇA-STF E MIDIA;TV GLOBO,SBT,BAND,RADIOS,FOLHA CORRUPTOS AGENDA 2030 VEJA;



Após Prejuízo Operacional De Meio Bilhão, Globo Aperta O Cinto E Reduz Salário De Estrelas-29/04/2019


O faturamento da Rede Globo caiu 15% nos últimos cinco anos. Com um prejuízo operacional de meio bilhão de reais em 2018, a emissora passou a adotar uma política salarial mais dura com suas maiores estrelas.

Dessa forma, a maior parte da equipe global tem visto seu contracheque mais enxuto na hora da renovação do contrato. Alguns nomes, como o apresentador Otaviano Costa, não aceitaram e deixaram a emissora.

De acordo com o site Notícias da TV, os executivos têm argumentado que a concorrência do streaming e a nova realidade do mercado publicitário fez diminuir as receitas, inviabilizando os rendimentos muito altos.

Um dos principais exemplos é o do narrador Galvão Bueno que, ao renovar seu contrato até 2022, aceitou ter seus vencimentos reduzidos de cerca de R$ 1 milhão para algo em torno de R$ 500 mil.

Atualmente, são poucos os salários que ultrapassam os R$ 100 mil, como os da atrizes Fernanda Montenegro e Gloria Pires.

A GloboNews também está passando por dificuldades. o canal de notícias na TV a cabo sofrendo com a queda na audiência nestes primeiros meses de 2019. (as informações são do renova mídia)



O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou na manhã desta segunda-feira, dia 29/04/2019, durante a Agrishow que pediu ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a urgência de um projeto de lei que permite que o produtor rural possa usar armas de fogo em todo o perímetro da propriedade rural.

“É uma maneira de ajudar a combater a violência no campo” disse o presidente durante a maior feira de máquinas agrícolas da América Latina. “Ao defender a propriedade privada, o cidadão de bem responde, mas não tem punição”, disse

De acordo com o canal rural, o presidente afirmou ainda que uma de suas prioridades é aumentar a segurança jurídica no campo com a ajuda do secretário especial de assuntos fundiários do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia. “A propriedade privada é sagrada”, disse Bolsonaro.

Entenda o projeto

No último dia 19, durante uma transmissão em rede social, o presidente afirmou que preparava o envio desta medida de lei para o congresso. Segundo Bolsonaro, o projeto pretende estender o direito de legítima de defesa para quem atira contra pessoas que tentem invadir domicílios privados. Esta foi uma das promessas de campanha do presidente. Segundo ele, uma lei semelhante foi aprovada recentemente na Itália.


30/04/2019

Governo BRASIL Pode Economizar R$ 18 milhões Com Corte de jornais e revistas DE 2019 A 2022.




30/04/2019

BANDO DE CORRUPTOS POLÍTICOS E JUSTIÇA-STF BRASIL 2030 VEJA




ASSISTA ABAIXO;

"Lula usou a Entrevista DA CADEIA como palanque", diz Boris Casoy 26 de abr de 2019








30/04/2019

BRASIL A LUTA CONTRA POLITICOS,JUSTIÇA, E MIDIA ;TV GLOBO,RADIO COMUNISTA CORRUPTOS ABRIL DE 2019 ATE 2030.














ASSISTA ABAIXO;





31/04/2019

JORNALISTA COMUNISTA Mônica Bergamo visivelmente emocionada após a entrevista com EX PRESIDENTE COMUNISTA Lula 26/04/2019.





JORNALISTA COMUNISTA Mônica Bergamo visivelmente emocionada após a entrevista com Lula 26/04/2019.


A “jornalista” da Folha de S.Paulo já pode plagiar Gleisi Hoffmann e incorporar “Lula” ao seu nome.


31/04/2019

A VERDADE SOBRE Meio Ambiente e ONGs DO BRASIL MINISTRO BOLSONARO 2019 ATE 2030




31/04/2019

Presidente Bolsonaro BRASIL Manda Rever Contratos de Cultura da Petrobras QUE FINANCIAVA TERRORISTA COMUNISTA Entenda 21/04/2019



27/04/2019

MINISTRO STF BRASIL CORRUPTO Gilmar Mendes do STF, só de boa em Portugal 20/04/2019




27/04/2019

Olavo CARVALHO e Jair Bolsonaro; POLITICOS DIREITA FALSA 2019 A 2030 SÓ...



27/04/2019

Documento Enviado Por Marcelo Odebrecht CORRUPÇÃO POLITICA BRASIL 2019 A 2030 A PF;!Neste ofício estão copias de vários e-mails enviado por Marcelo, onde cita vários nomes como o de EX PRESIDENTE BRASIL Dilma, Lula, e Também de MINISTRO ST- JUSTIÇA BRASIL Dias Toffoli citado como “o amigo do amigo do meu pai”.




Documento enviado por Marcelo Odebrecht a PF!

No dia 03 de abril de 2019 a defesa de Marcelo Odebrecht, mandou um ofício ao delegado da superintendência do Paraná Filipe Hille Pace, documento esse que foi enviado para apresentar esclarecimentos.


Neste ofício estão copias de vários e-mails enviado por Marcelo, onde cita vários nomes como o de Dilma, Lula, e também de Dias Toffoli citado como “o amigo do amigo do meu pai”.

Veja o documento:




OQUE HA DE OCULTO EM Ashburn (Virgínia)-EUA 2019,2030 ATE 2150...(I.A-INTELIGENCIA ARTIFICIAL ,GOVERNO OCULTO)????





Ashburn, Virginia é uma área não-incorporada, localizado no Condado de LoudounVirgínia, 48 quilômetros à noroeste de Washington, D.C., e é parte da Área Metropolitana de Washington

A área serve como base para a provedora de internet Verizon Business e a Janelia Farm Research Campus. Redskins Park, base do time de futebol americano do Washington Redskins também localiza-se em Ashburn.

Ashburn localiza-se entre Aeroporto Internacional Washington Dulles e Leesburg, sede do condado de Loudoun. Localizado dentro do Dulles Technology Corridor, Ashburn é sede de muitas empresas de alta-tecnologia. A Universidade George Washington e a Universidade Strayer tem campus em Ashburn.

27/04/2019

BRASIL A LUTA CONTRA A JUSTIÇA E ESTADO CORRUPTO COMUNISTA DEIXADO PELA ERA DOS PARTIDOS CORRUPTOS DE ESQUERDA DO BRASIL ;PT,PSDB,MDB,PV, DESDE 1985 AGORA EM 2019 ATE 2022 ATE 2030 VAI ATE 2050 ....



Bolsonaro Quer Que Políticos Ganhem R$5 Mil Invés De R$33 Mil De Aposentadoria 07/03/2019


Se Aprovada A Reforma Da Previdência Irá Cortar Na Carne E Dos Políticos Tirando Deles Alguns Privilégios, Políticos Aposentados Vão Deixar De Receber R$33 Mil Para Receber R$5 Mil De Aposentadoria.
Jair Bolsonaro não vai medir esforços para melhorar a situação atual do Brasil e uma das principais medidas que o governo vai tomar é a reforma da previdência, que ano após ano gera um rombo maior nas contas publicas. Boa parte do deficit é causado justamente pelos privilégios concedidos a ´políticos e funcionários públicos e chegou a hora de tudo isso mudar.

O que o presidente quer uma é uma ‘navalha na carne’, com a reforma da previdência. O que pouca gente sabe é que a reforma vai alem das mudanças anunciadas recentemente.

Existe também uma mudança na previdência para os novos políticos. A principal é que ela seguiria as regras do INSS. Atualmente, um político aposentado recebe mais de R$ 30 mil. No entanto, caso a medida fosse aprovada, seria seguido o teto do INSS.

Rendimento de deputados pode cair R$ 24 mil por ano com reforma da Previdência

+Reforma da Previdência de Bolsonaro abre espaço para revogar a Pec da Bengala


O Teto Da Previdência.

Hoje em dia, por meio do INSS, nenhum segurado recebe mais de R$ 5,8 mil de um mesmo benefício, mas há ainda pessoas que acumulam aposentadorias. Esse acúmulo, segundo a proposta do governo, também chegaria ao fim.

Muito ainda precisa ser discutido da previdência, mas a vontade de pelo menos mudar algo para os políticos, diminuindo os benefícios que eles recebem atualmente, foi bastante elogiada através das redes sociais, inclusive por aqueles que normalmente não pregam das mesmas ideias de Jair.



Confira as principais mudanças da Nova Previdência 2020

Novas regras entraram em vigor em 13 de novembro2019, com a publicação da emenda constitucional nº 103 no Diário Oficial da União
 
publicado: 19 de dezembro de 2019última modificação: 19 de dezembro de 2019

A Nova Previdência, promulgada pelo Congresso Nacional nesta terça-feira (12), traz uma série de modificações ao sistema previdenciário brasileiro. São novas idades de aposentadoria, novo tempo mínimo de contribuição e regras de transição para quem já é segurado, entre outras mudanças. Classificada como “reestruturação histórica” pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, ela vai gerar uma economia de cerca de R$ 800 bilhões aos cofres da União, em 10 anos.

A Nova Previdência entrou em vigor na data de publicação da emenda constitucional nº 103 no Diário Oficial da União, em 13 de novembro de 2019. As novas regras valem para segurados do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) da União.

A Nova Previdência foi aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, separadamente, em dois turnos de votação em cada Casa. A aprovação em segundo turno no plenário do Senado, em 23 de outubro de 2019, marcou o fim do processo de votação no Congresso Nacional.

Confira abaixo as principais novidades:

Idade mínima e tempo de contribuição
No Regime Geral de Previdência Social (RGPS), para trabalhadores da iniciativa privada e de municípios sem sistema previdenciário próprio, entre outros, a regra geral de aposentadoria passa a exigir, das mulheres, pelo menos 62 anos de idade e 15 anos de contribuição. No caso dos homens, 65 anos de idade e 20 anos de contribuição. O tempo de contribuição mínimo permanecerá em 15 anos somente para os homens que estiverem filiados ao RGPS antes de a emenda constitucional entrar em vigor.

Já para os servidores públicos federais, que contribuem para o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) da União, a nova regra geral exigirá 62 anos de idade para mulheres e 65 para os homens, com pelo menos 25 anos de contribuição, 10 anos de serviço público e 5 anos no cargo em que se dará a aposentadoria.

A Nova Previdência prevê regras diferentes para algumas categorias profissionais. Para os professores, por exemplo, são 25 anos de contribuição e idade mínima de 57 anos, para as mulheres, e de 60 anos para os homens. Essa regra somente se aplicará aos professores que comprovarem, exclusivamente, tempo de efetivo exercício nas funções de magistério na educação infantil, no ensino fundamental ou no ensino médio.

Policiais, tanto homens quanto mulheres, poderão se aposentar aos 55 anos de idade, desde que tenham 30 anos contribuição e 25 anos de efetivo exercício da função. Essa regra se aplicará aos cargos de agente penitenciário, agente socioeducativo, policial legislativo, policial federal, policial rodoviário federal, policial ferroviário federal e policial civil do Distrito Federal.

Para a aposentadoria de trabalhadores e trabalhadoras rurais, estão mantidos o tempo de contribuição de 15 anos e as idades mínimas de aposentadoria de 55 anos para as mulheres e de 60 anos para os homens.

Cálculo do benefício
Ao atingir a idade e o tempo de contribuição mínimos, os trabalhadores do RGPS poderão se aposentar com 60% da média de todas as contribuições previdenciárias efetuadas desde julho de 1994. A cada ano a mais de contribuição, além do mínimo exigido, serão acrescidos dois pontos percentuais aos 60%. Assim, para ter direito à aposentadoria no valor de 100% da média de contribuições, as mulheres deverão contribuir por 35 anos e os homens, por 40 anos.

O valor das aposentadorias não será inferior a um salário mínimo nem poderá ultrapassar o teto do RGPS (atualmente R$ 5.839,45 por mês). O percentual do benefício recebido poderá ultrapassar 100% para mulheres que contribuírem por mais de 35 anos e para homens que contribuírem por mais de 40 anos – sempre limitado ao teto do RGPS.

A Nova Previdência muda a forma de calcular a aposentadoria. O valor será definido levando em consideração todas as contribuições feitas pelo segurado desde julho de 1994. Atualmente, o cálculo é feito com base nas 80% maiores contribuições efetuadas nesse mesmo período.

Para os servidores públicos federais que ingressaram na carreira a partir de 1° de janeiro de 2004, o cálculo do benefício será semelhante ao do Regime Geral − com 20 anos de contribuição, 60% da média de todas as contribuições, aumentando dois pontos percentuais a cada ano a mais de contribuição (tanto homens quanto mulheres). Já para os que ingressaram no serviço público até 31 de dezembro de 2003, ficará mantida a integralidade − o valor da aposentadoria será o do último salário, desde que atendidos os requisitos das regras de transição.

Alíquotas As alíquotas passarão a ser progressivas, ou seja, quem ganha mais pagará mais.

Para o RGPS
Até um salário mínimo: 7,5%
Entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
Entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
Entre R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%

Para servidores públicos federais no RPPS da União
Até um salário mínimo: 7,5%
Entre um salário mínimo e R$ 2 mil: 9%
Entre R$ 2 mil e R$ 3 mil: 12%
Entre R$ 3 mil e o teto do RGPS: 14%
Entre o teto do RGPS e R$ 10 mil: 14,5%
Entre R$ 10 mil e R$ 20 mil: 16,5%
Entre R$ 20 mil e o teto constitucional: 19%
Acima do teto constitucional: 22%

As novas alíquotas somente entrarão em vigor em março de 2020, isto é, no quarto mês subsequente ao da data da publicação da emenda.

Importante ressaltar que as alíquotas passarão a incidir sobre cada faixa de remuneração, de forma semelhante ao cálculo do Imposto de Renda. Assim, por exemplo, um trabalhador que ganha exatamente o teto do RGPS (R$ 5.839,35) pagará uma alíquota efetiva total de 11,69%.

Pensão por morte
A Nova Previdência muda as regras para quem vai receber pensão por morte. O pagamento será de 50% do valor da aposentadoria acrescido de 10% para cada dependente:
• 1 dependente: 60% da aposentadoria do(a) falecido(a)
• 2 dependentes: 70%
• 3 dependentes: 80%
• 4 dependentes: 90%
• 5 ou mais dependentes: 100%

Para os dependentes inválidos ou com deficiência grave, o pagamento será de 100% do valor da aposentadoria no Regime Geral, sem exceder o teto. No caso de servidores públicos da União, do valor que exceder o teto será pago 50% mais 10% por dependente.

Cônjuges ou companheiros de policiais e de agentes penitenciários que morrerem por agressão sofrida em decorrência do trabalho terão direito à pensão integral – valor correspondente à remuneração do cargo.

Limite e acúmulo de benefício
Nos casos em que a lei permitir acúmulo de benefício, serão pagos 100% do benefício de maior valor a que a pessoa tem direito, mais um percentual da soma dos demais. Esse percentual vai variar de acordo com o valor do benefício: 100% do valor até um salário mínimo; 60% do valor que estiver entre um e dois salários mínimos; 40% do que estiver entre dois e três salários; 20% entre três e quatro salários mínimos; e 10% do que ultrapassar quatro salários mínimos.

Exemplo: uma mulher que receba aposentadoria de R$ 2.500 mensais e fique viúva do marido que recebia aposentadoria de R$ 3.000. A viúva é a única dependente. Nesse caso, a aposentada continuaria recebendo integralmente a aposentadoria de R$ 2.500 (benefício de maior valor). Aplicando-se a nova regra da pensão por morte, seu valor passaria a ser de R$ 1.800,00 (60% do valor da aposentadoria do marido). Sobre esse valor são aplicadas as cotas de acúmulo do benefício, conforme explicado abaixo:

1 – Aposentadoria: R$ 2.500,00 (benefício mais vantajoso, pois tem valor maior que a pensão; continuará recebendo integral)

2 – Pensão: R$ 3.000,00 x 60% = R$ 1.800,00 ⇒ R$ 998,00 (100% do salário mínimo) + (R$ 802,00 x 60%) = R$ 998,00 + R$ 481,20 = R$ 1.479,20

3 – Irá receber, na somatória dos dois benefícios, R$ 3.979,20 (R$ 2.500,00 + R$ 1.479,20).


REGRAS DE TRANSIÇÃO

A Nova Previdência também traz regras de transição para quem já está no mercado de trabalho, e é possível escolher a forma mais vantajosa de aposentadoria.

No Regime Geral de Previdência Social, haverá cinco regras de transição: quatro por tempo de contribuição e uma por idade. Para os servidores públicos da União, haverá duas opções de transição.

RGPS:

Transição por sistema de pontos

Essa regra soma o tempo de contribuição com a idade. Mulheres poderão se aposentar a partir de 86 pontos e homens, de 96, já em 2019. O tempo mínimo de contribuição de 30 anos, para elas, e de 35 anos, para eles, deverá ser respeitado. A cada ano será exigido um ponto a mais, chegando a 105 pontos para os homens, em 2028, e 100 pontos para as mulheres, em 2033.

O valor do benefício seguirá a regra geral de cálculo da Nova Previdência: 60% da média de todas as contribuições registradas desde julho de 1994 mais dois pontos percentuais a cada ano de contribuição que exceder 15 anos, para as mulheres, e 20 anos, para os homens.

Os professores da educação básica que comprovarem, exclusivamente, exercício da função de magistério na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio terão redução de cinco pontos. Assim, de imediato, as professoras poderão pedir aposentadoria a partir da soma de 81 pontos, desde que tenham o mínimo de 25 anos de contribuição, e os professores, com 91 pontos e, no mínimo, 30 anos de contribuição. Os pontos subirão até 92, para elas, e até 100, para eles.

Transição por tempo de contribuição e idade mínima
Por essa regra, as mulheres poderão se aposentar aos 56 anos, desde que tenham pelo menos 30 anos de contribuição, em 2019. Já para os homens, a idade mínima será de 61 anos e 35 anos de contribuição. A idade mínima exigida subirá seis meses a cada ano, até chegar aos 62 anos de idade para elas, em 2031, e aos 65 anos de idade para eles, em 2027.

O valor do benefício seguirá a regra geral de cálculo da Nova Previdência: 60% da média de todas as contribuições efetuadas desde julho de 1994 mais dois pontos percentuais a cada ano de contribuição que exceder 15 anos, para as mulheres, e 20 anos, para os homens.

Os professores da educação básica que comprovarem, exclusivamente, exercício da função de magistério na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio terão redução de cinco anos na idade e no tempo de contribuição.

Transição com fator previdenciário − pedágio de 50%
Segundo essa regra, as mulheres com mais de 28 anos de contribuição e os homens com mais de 33 anos de contribuição poderão optar pela aposentadoria sem idade mínima, desde que cumpram um pedágio de 50% sobre o tempo mínimo que faltava para se aposentar (30 anos para elas e 35 anos para eles). Por exemplo, uma mulher com 29 anos de contribuição poderá se aposentar sem idade mínima, desde que contribua por mais um ano e meio (desse um ano e meio, um ano corresponde ao período que originalmente faltava para a aposentadoria; o meio ano adicional corresponde ao pedágio de 50%.)

O valor do benefício será calculado levando em consideração a média de todas as contribuições desde julho de 1994, sobre ela aplicando-se o fator previdenciário.

Transição com idade mínima e pedágio de 100%

Essa regra estabelece uma idade mínima e um pedágio de 100% do tempo que faltava para atingir o mínimo exigido de contribuição (30 anos para elas e 35 anos para eles). Para mulheres, a idade mínima será de 57 anos e, para homens, de 60 anos. Por exemplo, uma mulher de 57 anos de idade e 28 anos de contribuição terá de trabalhar mais quatro anos (dois que faltavam para atingir o tempo mínimo de contribuição mais dois anos de pedágio), para requerer o benefício.

Para trabalhadores vinculados ao RGPS, o valor da aposentadoria será de 100% da média de todos os salários de contribuição desde julho de 1994.

Professores da educação básica que comprovarem, exclusivamente, exercício da função de magistério na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio terão redução de cinco anos na idade e no tempo de contribuição (52 anos de idade e 25 de contribuição, para mulheres, e 55 anos de idade e 30 de contribuição, para homens).

Transição – Aposentadoria por idade (RGPS)
A regra da aposentadoria por idade exige idade mínima de 65 anos para homens. Ou seja, no caso deles, nada muda. Para as mulheres, a idade mínima começa em 60 anos, em 2019, e sobe seis meses a cada ano, até chegar a 62 anos em 2023. Em ambos os casos é exigido tempo de contribuição mínima de 15 anos.

O valor do benefício seguirá a regra geral de cálculo da Nova Previdência: 60% da média de todas as contribuições mais dois pontos percentuais a cada ano de contribuição que exceder 15 anos, para mulheres, e 20 anos, para homens.

RPPS da União – Servidores Federais:
Transição por sistema de pontos e idade mínima
Servidores federais também poderão se aposentar pelo sistema de pontos, que exigirá 86 pontos para mulheres e 96 pontos para homens (em 2019), desde que cumpram também o requisito de idade mínima, que começa em 56 anos para as mulheres e em 61 anos para os homens, em 2019 – passando para 57 e 62 anos, respectivamente, em 2022. A cada ano será exigido mais um ponto, chegando a 105 para os homens, em 2028, e a 100 para as mulheres, em 2033.

O tempo de contribuição mínimo será de 30 anos, para servidoras, e de 35 anos para servidores. Todos deverão ter, pelo menos, 20 anos de serviço público e 5 anos no cargo em que se dará a aposentadoria.

Poderão se aposentar com o valor integral do último salário na ativa as mulheres que tiverem completado 62 anos e os homens a partir dos 65 anos, desde que tenham ingressado na carreira até 31 de dezembro de 2003. Para quem tiver ingressado a partir de 2004, o cálculo seguirá a regra geral da Nova Previdência: 60% da média de todas as contribuições mais dois pontos percentuais a cada ano de contribuição que exceder 20 anos (tanto homens quanto mulheres).

Professores da educação básica terão redução de cinco anos na idade e no tempo de contribuição, e a pontuação partirá de 81 pontos para a professora e de 91 para o professor, aumentando um ponto, até atingir 92 para mulheres e 100 para homens. Para isso, esses professores deverão comprovar, exclusivamente, tempo de efetivo exercício das funções de magistério na educação infantil ou nos ensinos fundamental e médio.

Transição com idade mínima e pedágio de 100%
Essa regra estabelece uma idade mínima e um pedágio de 100% do tempo que faltar para atingir o tempo mínimo de contribuição (30 anos para elas e 35 anos para eles). Para servidoras, a idade mínima será de 57 anos e para os servidores, de 60 anos. Também será necessário comprovar 20 anos no serviço público e 5 anos no cargo em que se dará a aposentadoria. O benefício será equivalente à última remuneração, para quem tiver ingressado na carreira até 31 de dezembro de 2003, ou a 100% da média de todos os salários desde julho de 1994, para os que ingressaram a partir de 2004.

Professores da educação básica que comprovarem, exclusivamente, exercício da função de magistério na educação infantil ou no ensino fundamental e médio terão redução de cinco anos na idade e no tempo de contribuição.

(Fonte Notícia: site da Secretaria de Previdência e Trabalho)

Clique aqui para saber mais sobre a Nova Previdência. 


ASSISTA ABAIXO;

Modesto Carvalhosa diz que Alexandre de Moraes e Dias Toffoli estão cometendo crimes EM 2019 BRASIL;




27/04/2019

David Horowitz A Esquerda COMUNISTA PRO MUÇULMANOS Contra o Cristianismo ATE 2150..




Em 16 de abr de 2019 A incompatibilidade entre a patologia esquerdista do mundo de hoje e o cristianismo foi primeiro professada por Marx que, percebendo que a fé servia de refúgio para aqueles em sofrimento, elegeu o cristianismo como inimigo número um. 

26/04/2019

Guns Roses-MUSICA-ROCKEIRO (MENSAGENS SUBLIMINAR-MUSICA) QUE SABE QUE ESTA CONDENADO AO INFERNO - BATE NA PORTA DO CÉU Live Wembley 1992



ASSISTA ABAIXO;





26/04/2019

Transcendendo o Sistema de Controle na Matrix - Montalk



Transcendendo o Sistema de Controle na Matrix - Montalk


O que segue abaixo é um breve resumo dos conceitos chaves apresentados pela equipe do site https://montalk.net. Visões mais aprofundadas deste tópico podem ser encontradas nas seções do site e principalmente nos livros abaixo.


26/04/2019

A VERDADE PODE TE ASSUSTAR! (2019-2020,2030 ATE 2150...) - versão dublada.


O que a mídia não quer que você saiba sobre como eles trabalham para manipular as suas percepções. Inteligência artificial

ASSISTA ABAIXO;


26/04/2019

A Profecia de George Orwell.

A profecia de George Orwell.


Todos nos sentimos trémulos ao ler 1984 de George Orwell ou ao presenciar algumas das suas versões no cinema. 

A manipulação mental em massa, a perda do sentido de individualidade, a alma esvaziada de qualquer impulso generoso e idealista, a traição às nossas convicções íntimas e àqueles que amamos, formam parte do cenário de terror desta obra. 

Nela, Orwell alertava para o perigo do comunismo estalinista e para os seus métodos de manipulação e destruição do ânimo baseados no medo. Criticava também a perda de palavras da linguagem, a vulgarização das expressões e algo pior, a introdução de palavras e estruturas linguísticas que não possuem nenhum significado ou que desestruturam a mente, como se fossem vírus informáticos. 

26/04/2019

Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª Revolução industrial e NEW WORLD ORDER MUNDIAL NOM. E A DESTRUIÇÃO DO EMPREGO E DOS TRABALHADORES MUNDIAL ATE 2150....


Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª Revolução industrial e NEW WORLD ORDER MUNDIAL NOM. E A DESTRUIÇÃO DO EMPREGO E DOS TRABALHADORES MUNDIAL ATE 2150.... - 

Zaitt - Mercado Autônomo, 4ª revolução industrial e NOM.


Chegou em São Paulo o Mercado Autônomo que opera quase sem nenhum intervenção humana.

Primeiro mercado 100% autônomo da América Latina.



26/04/2019

EX FEMINISTA Revela o Plano da ONU e Rockefeller Para REDUÇÃO Populacional Mundial ATE 2150....



26/04/2019

ATAQUE MULÇUMANOS NA EUROPA CONTRA OS CRISTÃO EM 2019 ATE 2030 AGENDA GLOBAL ONU A DESTRUIÇÃO DO MUNDO


Estátua de Virgem Maria é decapitada na França 
Cerca de 900 igrejas foram vandalizadas na França somente em 2018.19/04/2019 às 06:00


Uma estátua da Virgem Maria foi decapitada em uma pequena vila francesa nesta quarta-feira (17/04/2019), o mais recente em um dilúvio de ataques anticristãos na França, que somam quase 900 em 2018.




26/04/2019

REVISTA CRUSOÉ CENSURADA PELA DITADURA DA JUSTIÇA STF COMUNISTA BRASIL 13/04/2019 -PDF





25/04/2019

DITADURA COMUNISTA STF JUSTIÇA DO BRASIL MARÇO DE 2019







22/04/2019

AddToAny

Página